Conto: O coração peludo do mago

|
Hello Hello Baby! Tudo bem com vocês? Eu passei a noite inteira acordada e o dia também, eu estou bem. Eu estava trocando a noite pelo dia a algum tempo já, e hoje eu decidi ficar o dia todo acordada pra conseguir dormir a noite, confesso que esta sendo muito difícil, mas agora faltam poucas horas pra essa tortura finalmente acabar.
Pelo que eu percebi no post anterior, vocês gostaram da Emile né? Eu gostei bastante dela assim que ela mandou a sua ficha de inscrição e gosto mais ainda depois do post maravilhoso que ela fez, é incrível a maturidade e capacidade pra alguém que tem apenas onze anos não acham? Pelo menos eu fiquei maravilhada com ela e não me arrependo de te-la escolhido.
Mas emfim, eu estava completamente sem ideias pra postagem de hoje (deixem ideias para o próximo post nos comentários), ai fui dar mais uma explorada no blog e percebi que eu não postava contos a bastante tempo. Então resolvi postar mais um hoje. Esse conto tem duas versões, mas eu irei postar somente a minha preferida, porém no fim do post eu vou deixar o link da outra versão. Pra que vocês possam dar uma olhada se quiserem.
Este é o mais terrorífico dos contos. Não há cenas cómicas nem viajens de aventuras, simplesmente as sombras da alma de um mago.


Tudo começa com um jovem mago rico, habilidoso e atractivo, que tem vergonha das tolices dos seus amigos quando se apaixonam. Está tão convencido de que ele não quer cair na mesma loucura que aplica as Artes das Trevas para evitar apaixonar-se algum dia. É um conto que pretende conscienciar as crianças feiticeiras sobre o uso tenebroso da magia. A sua família, que não sabe dos métodos que usou o jovem para se proteger do amor, faz troça dos seus esquivos para não conhecer uma bela jovem.

Ele cresce orgulhoso, convencido da sua inteligência e impressionado do seu poder de ser completamente indiferente aos sentimentos. O tempo passa e o feiticeiro vê os seus amigos casar e formar as suas próprias famílias, mas ainda convence-se mais da sua recusa. Quando os seus pais morrem, não fica triste mas sente-se estranhamente "abençoado" pelas suas mortes.

O jovem muda-se para a casa que heredou e leva o seu "maior tesouro" à masmorra. O mago sente-se enganado ao ouvir uma conversa entre dois criados, um sentindo pena dele e outro a fazer troça de que ainda não tenha esposa. Então decide casar com a mais bela, saudável e talentosa mulher, e transformar-se, assim, na "inveja de todos os outros". Justamente no dia a seguir conhece a bruxa que procura. Considera-a um tesouro e convence-a a acreditar que é um homem mudado. Ela sente-se fascinada e repelida, mas aceita assistir a um banquete no seu castelo. No jantar, ele corteja-a.

Ela responde que apenas gostaria dele se demonstrasse que tem um coração. Então leva-a até à masmorra, onde mostra-lhe um mágico caixão de cristal, onde jaz o seu próprio coração a bater. A bruxa fica horrorizada pela visão do coração, que tornou-se peludo ao sair do corpo e pede ao jovem que o volte a pôr. Sabendo que isso irá convencer a rapariga, o mago abre-se o peito com a varinha e coloca-se o coração. Pensando que ele poderá apaixonar-se agora, ela abraça-o e o horrível coração "perfura-se" pela beleza da sua pele e o cheiro do seu cabelo. O coração ficou estranho aos desligar-se do seu corpo por tanto tempo, e cego e perverso fica salvagem.

Nestes momentos, os convidados do banquete que estão no andar superior perguntam-se que aconteceu com eles. Passadas algumas horas e depois de procurar por todo o castelo, encontram-no na masmorra. No chão descansa a jovem, morta, com o seu peito aberto. Ajoelhado ao seu lado, está o "mago enlouquecido", acariciando e lamendo o seu coração escarlata ainda brilhante e planeando trocá-lo pelo seu.

O seu coração ficou forte e nega-se a abandonar o corpo. O jovem, que jura que nunca será manipulado pelo seu coração, empunha uma daga e corta-o, fazendo-o sentir a vitória por uns momentos com o coração na mão em cada mão antes de cair ao chão e morrer.

Bom é isso gente, mas como prometido pra ler a outra versão desse conto clique aqui.

2 comentários:

  1. Oii tudo bem? ♥
    Trocar o dia pela noite prejudica e muito o rendimento de alguém tipo, pra tudo. Eu viva trocando o dia pela noite e isso só me lascava haueha
    Adorei o conto 'u'
    xoxo *3*
    Candy Bomb

    ResponderExcluir
  2. Oe,tudo bem ? Comigo está tudo ótimo ^-^
    Nossa, acho que não parece bem hauha, como uma pessoa aguenta ficar a noite e o dia acordada ?Eu não aguento, dormiria em 5 minutos ahsuhauh.
    Eu troco a noite pelo dia, (estou comentando as 01:02 de quarta-feira) eu acho que faço as coisas e tenho um rendimento melhor de noite, tudo fica mais fácil >.<
    Não conheci a Emile, mas irei dar uma olhada na postagem anterior 'o'
    Sobre o conto não tenho muito o que dizer, gostei bastante, achei a escrita muito boa e até que bem detalhista em pouco texto u.u
    Beijos!
    ||Crazy Cake ||

    ResponderExcluir

Leia as regras:
✯ Todos os comentários são lidos e respondido previamente.
✯ Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post.
✯ Não xingue ou desrespeite a dona e os outros comentaristas.
✯ Sugestões e críticas construtivas são bem vindas, ofensas não.
✯ Deixe o link do seu blog no final do comentário (sem o http://, para não ser considerado spam) e assim eu possa retribuir a visita ♥
Leu tudo?
Então comente!